prestação de contas de condomínio

Prestação de contas de condomínio: o que você precisa saber?

A gestão condominial vem, cada vez mais, se assemelhando ao gerenciamento empresarial, tendo em vista a necessidade de realizar a prestação de contas de condomínio, obrigatória todos os anos por meio de Assembleia, de acordo com o artigo 1.348, inciso VII, do Código Civil, e atender às demais normas vigentes.

Nesse caso, é fundamental prezar pela transparência, que é um ponto muito importantes na gestão, por meio da apresentação e justificação de todas as receitas, despesas e demais valores.

Pensando nisso, elaboramos este post para apresentar algumas dicas de como fazer uma prestação de contas eficiente do condomínio. Confira!

Tenha em mãos a documentação necessária

É muito importante organizar uma apresentação com todos os números envolvidos no ano. Entre os documentos necessários estão:

  • taxas de condomínio e outras receitas: registro dos condôminos adimplentes, inadimplentes (com aplicação de multa por atrasos na taxa condominial) e valores obtido com aluguéis dos ambientes comuns do local;
  • previsão orçamentária: análise do orçamento de receitas e gastos elaborado no início da gestão, com um comparativo do que foi realizado, por exemplo, a diferença da quantia projetada e do que realmente foi gasto;
  • relatório de despesas: contendo os valores gastos com folhas de pagamento, manutenções programadas e realizadas, obras ou consertos extras, entre outros;
  • balancete mensal: resumo das receitas, despesas e saldo atual.

Realize a conciliação bancária

Trata-se da verificação do saldo do condomínio no banco. Após essa conferência, é necessário somar todo o montante que foi recebido, mas que ainda não entrou em conta. Depois, é só diminuir desse valor a quantia utilizada para pagamentos de obrigações, mas que ainda não foi descontada. Essa é uma prática importante para averiguar a saúde financeira do condomínio.

Crie um resumo dos investimentos

Como uma forma de garantir transparência, o síndico ou administrador precisa criar um relatório com as obras realizadas ao longo de sua gestão, implementação de regras e serviços executados.

Por exemplo, se foi necessário realizar pinturas nas instalações, o ideal é anotar a quantidade de ocorrências e a quantia paga em cada serviço. Isso serve para pintura, instalações de equipamentos de segurança e reformas em geral.

Quanto maior o número de informações, mais confiança os moradores terão em relação ao trabalho que está sendo feito.

Solicite um parecer do Conselho Fiscal

É possível pedir que o Conselho Fiscal averígue as contas e elabore um parecer, que será usado por segurança e para fins legais, e apresentado em votação na Assembleia, com registro em ata.

Faça a prestação de contas de condomínio regularmente

Apesar da prestação de contas de condomínio ser obrigatória anualmente (ou quando solicitada pela Assembleia), é possível disponibilizar as contas em um prazo regular, por exemplo, trimestralmente.

Isso pode contribuir para o esclarecimento de dúvidas, impedir desentendimentos e garantir o apoio dos condôminos em relação à administração.

Agora que você já sabe como fazer uma prestação de contas de condomínio, contar com um software especializado pode ser muito útil, já que ele foi preparado para ser acessado por meio de qualquer dispositivo, proporcionando facilidades para síndico e administradores. Essa ferramenta pode facilitar o trabalho no que diz respeito ao cumprimento das normas legais, atendimento às demandas dos moradores e otimização da gestão financeira, gerando transparência e satisfação na gestão.

Conheça agora mesmo a solução oferecida pela Condominizar e como ela pode colaborar no processo de prestação de contas. Para isso, basta entrar em contado com a gente!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.